Estranho. Mas possível. A rádio é a prova de que a comunicação pode evoluir e se adequar às tecnologias ao invés de simplesmente desaparecer. Lembra-se quando a tevê começou a ganhar espaço e falaram que este seria o fim da rádio? (Já ouviu também que a internet vai por um fim aos jornais impressos? Mas isso é conversa para outro dia).

Conveniência São Pedro

Pois bem, não é tão por aí. Embora muitas emissoras radiofônicas não tenham se adequado ao boom tecnológico, muitas fizeram da crise uma oportunidade e seguem firmes e fortes.

Algumas migraram de vez para a versão online, outras utilizam ambas as plataformas –as ondas do rádio e a internet – e outras, as mais novas, já começaram direto pela internet, o que já diminui custos.

A verdade é que a rádio é um meio de comunicação necessário e muito útil, pois ele ainda tem um alcance significativo, é acessível a todas as camadas da população, e ainda é o único veículo que não precisa de 100% da atenção do expectador.

Pensa comigo: se você quer ler um jornal, precisa dedicar seu tempo e atenção para ler e entender as notícias. Se prefere a tevê, precisa não só “ler” as imagens, mas escutar também. A internet, embora possibilite dividir nossa atenção, é tão dinâmica que o entendimento, na maioria das vezes, não é completo.

Já a rádio, mesmo se você não quer ouvir, você vai ouvir. Ela possibilita que você dirija, trabalhe, caminhe e realize os afazeres domésticos enquanto se informa sobre a meteorologia, o trânsito e as principais notícias do dia.

Depois de uma divagação dessas, voltemos ao jardim de rádios. Não é um jardim, necessariamente. É um site, muito bem desenvolvido, por sinal, resultado de um projeto de pesquisa da Universidade Martin-Luther Halle, da Alemanha, em conjunto com outras universidades.

A Radio Garden (ou jardim de rádios, sacou?) é um mashup (combinação de diferentes aplicativos) que possibilita o usuário literalmente navegar pelo globo terrestre conhecendo rádios onlines de todo o mundo. Não é legal?

Ao acessar o site, você dá de cara com um mapa mundi lotado de pontinhos verdes – cada um desses pontos é uma rádio online. Utilizando os dados do GPS, o aplicativo encontra sua localização e já aciona o que está tocando na rádio mais próxima de você.

Depois, é só viajar sem dar um passo e conhecer as emissoras radiofônicas de qualquer lugar do mundo. Experiência própria: É viciante. Experimente. Acesse radio.garden/live/clifden/connemarafm/  e divirta-se!

Jornalista e escritora, 21 anos. Apaixonada pela escrita, filmes de suspense, literatura clássica brasileira e gastronomia. Caçadora e contadora de histórias de segunda a sexta-feira e fotógrafa das coisas bonitas da rotina, aos finais de semana.