Câmara vota orçamento de R$57 milhões para 2017 e pode votar subsídios dos secretários

Câmara vota orçamento de R$57 milhões para 2017 e pode votar subsídios dos secretários

7 de novembro de 2016 0 Por Ricardo Januário

Quatro projetos devem ser votados esta noite na Câmara de Viradouro, entre eles, orçamento municipal e subsídios para os Secretários municipais.

Após a polêmica causada com os salários dos quatro Secretários Municipais, que atualmente recebem mais de R$9 mil mensais, vereadores apresentaram proposta de redução destes subsídios para R$4 mil. Há 15 foi feito pedido de vista pelo vereador Luiz Geraldo Cardoso (Lindóia, PSDB), e hoje, o projeto volta à pauta.

O pedido de vista foi feito porque os vereadores não teriam chegado a um consenso sobre os valores dos subsídios. Alguns acham que R$4 mil é pouso, ainda mais se levar em consideração as deduções de impostos. Manoel Brandão chegou a comentar que em Barretos, os subsídios dos secretários foram definidos em R$8 mil, e a cidade teve dificuldades para encontrar profissionais interessados em assumir os cargos.

Outros três projetos também estão na pauta de hoje, dois do executivo, um que estabelece orçamento municipal para 2017 no valor de R$57.150.000,00 (cinquenta e sete milhões, cento e cinquenta mil reais) outro que solicita a abertura de um crédito adicional especial de R$15.500,00 (quinze mil e quinhentos reais) referente ao projeto Esporte Social.

O quarto projeto em pauta hoje vem do vereador Erney (PPS), que prevê fixar a frase “Desrespeitar ou negligenciar ou prejudicar o idoso é crime” em ônibus, bancos, postos de saúde, repartições públicas e hospitais. A medida visa reforçar a proposta do estatuto do idoso e conscientizar a população sobre o tema.

A sessão está prevista para iniciar às 20h na câmara municipal de Viradouro.