Ataque a transportadora de valores assusta moradores de Ribeirão Preto.

Ataque a transportadora de valores assusta moradores de Ribeirão Preto.

5 de julho de 2016 0 Por Ricardo Januário

Parte da cidade ficou no escuro, e moradores registraram tiroteio.

Parte da população ribeirão pretana foi surpreendida essa madrugada. Por volta de 4h30 cerca de 20 homens fortemente armados chegaram ao local, atiraram em transformadores, deixando vários quarteirões sem energia elétrica e explodiram a entrada da empresa.

Os criminosos usaram armamento de guerra, capaz de atravessar a blindagem veicular. Dois carros-fortes que estavam estacionados em frente a empresa foram destruídos, e o prédio onde operava ficou muito danificado e provavelmente terá que ser demolido.

Moradores encontraram projéteis espalhados pelas ruas da cidade, e o tiroteio, de quase uma hora vou ouvido e registrado por moradores em diversos bairros.

Ataque a transportadora de valores assusta moradores de Ribeirão Preto (1)

Moradores mostram o que encontraram depois do ataque à transportadora de valores.

Moradores mostram o que encontraram depois do ataque à transportadora de valores.

Moradores mostram o que encontraram depois do ataque à transportadora de valores.

Ataque a transportadora de valores assusta moradores de Ribeirão Preto (2)

Moradores mostram o que encontraram depois do ataque à transportadora de valores.

Na fuga, o grupo teria se dividido em três. Um grupo que foi pela rodovia Anhanguera baleou um policial de 43 anos que fazia o patrulhamento. No momento em que tudo aconteceu, ele e outro policial faziam patrulhamento pela via. Eles tentaram se proteger deitando-se no asfalto, mas, o cabo Tarcisio Wilker Gomes foi atingido ao tentar se levantar para pegar o rádio e solicitar apoio, foi socorrido ao Hospital das Clínicas, mas não resistiu e morreu.

Para dificultar a ação da polícia, os bandidos espalharam grampos, para estourar pneus dos carros, pelas vias do bairro Campos Elísios, onde fica a transportadora de valores, e na fuga, atearam fogo em veículos, e efetuaram disparos para atrasar a polícia.

O resultado do ataque parecia uma cena de guerra. Pela manhã a CPFL Paulista continuava trabalhando para restabelecer o abastecimento energético no bairro. O Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), foi chamado para desarmar um explosivo deixado para trás pelos criminosos.

Através de sua assessoria, a Prosegur disse que nenhum de seus funcionários foi ferido, e que está colaborando com as investigações, não informando o valor que foi levado.

Vídeos circulam as redes sociais, mostram a reação da população nas ruas de Ribeirão Preto durante ação da polícia. A polícia fez cercos às ruas do bairro, e você pode conferir um desses vídeos em nossa página no Facebook, siga nossa página clicando neste link.

Fonte(s): G1 e Folha de São Paulo.