Reclame Aqui promove “Reclamaço” contra ANATEL

Reclame Aqui promove “Reclamaço” contra ANATEL

20 de abril de 2016 0 Por Ricardo Januário

Contrário a #InternetJusta, o presidente da Anatel, João Rezende, não agradou o consumidor brasileiro em suas falas, agora, o Reclame Aqui organizou um “Reclamaço” contra a agência reguladora.

Em coletiva à imprensa ontem (19/04), presidente da Anatel, João Rezende se pronunciou a favor da limitação da internet fixa. Ele disse que “A era da internet ilimitada chegou ao fim no Brasil”. E também que “Essa questão da propaganda, do ilimitado acabou de alguma maneira desacostumando os usuários. Foi uma má educação ao consumo que as empresas fizeram ao longo do tempo”.

Vários órgãos de defesa do consumidor, como a Fundação Proteste e o Reclame Aqui estão se manifestando contrários a este movimento de limitar o acesso à internet fixa, encabeçado pela operadora Vivo. Encabeçado por youtubers tem surgido também o movimento #InternetJusta, contrário a estratégia adotada pelas operadoras.

O Reclame Aqui está organizando no Facebook um evento chamado “Reclamaço CONTA O LIMITE da franquia de internet fixa!”, que será realizado no dia 27 de abril e conta com milhares de interessados, e este número tende a aumentar.

Protesto contra Anatel ganha força após declaração polêmica de seu presidente (Imagem: Reclamente Aqui)

Protesto contra Anatel ganha força após declaração polêmica de seu presidente (Imagem: Reclamente Aqui)

Na descrição do evento, é feita uma analogia com o que atualmente ocorre na internet móvel, quando você contrata um pacote de dados, e ao atingir este limite, sua conexão é interrompida ou a velocidade reduzida, indicando que é este o plano das operadoras.

Há um exemplo prático sobre o consumo também: “Os valores podem variar de 10 GB a 130 GB por mês. Então, por exemplo, se você usar a Netflix a 25mb/s, em 11h você terá consumido 130 GB, que equivale a toda sua franquia no mês. Isso sem contar os outros sites que você acessa ao longo do dia, como o Facebook, o Youtube, sites de pesquisa, Reclame AQUI, etc.”

Para participar do “Reclamaço”, o internauta deve ser cadastrado no site do Reclame Aqui e poderá fazer a sua reclamação neste protesto através deste link: http://ow.ly/4mHBxe

A operadora Vivo, criou uma página especial onde tenta explicar para os consumidores como funcionarão os novos planos com franquias, e pode ser acessada clicando aqui: http://vivo.tl/franquia

As operadoras que pretendem adotar esta medida dizem que estão fazendo para melhorar a experiência dos usuários com a internet, seguindo uma tendência mundial. O presidente da Anatel, por sua vez, disse que a infraestrutura da rede brasileira não comporta a demanda atual. Parece que ambos se esqueceram que, quando houve a privatização do setor de telecomunicações há 2 décadas, ficou a cargo das operadoras ampliarem e garantir uma boa estrutura para a prestação de serviços ao consumidor.

Quanto a esta mudança seguir uma “tendência mundial”, o Reconhecida encontrou alguns vídeos de brasileiros que vivem no exterior e selecionamos um exemplo de um país bem distante, para verificar se a limitação da internet aqui no Brasil está mesmo seguindo a tendência lá de fora. Vocês podem acompanhar aqui o vídeo e tirar suas próprias conclusões:

Fonte(s): Facebook, Vivo e Youtube